sábado, 26 de março de 2011

A primeira vez que gozaram na minha boca

Fui a um pagode aqui de manaus, e lá coneci um militar da aeronautica,não me interessei muito a primeira vista mas dançamos a noite toda trocamos telefone e ele começou me ligar já no dia seguinte, era notavel a vontade que ele estava de me comer e eu dando mais que corda, mas ai ele viajou a trabalho e pediu que eu ficasse esperando por ele disse que iria esperar até que um belo dia ele me ligou e disse que estava em manaus de sair num sabado,eu estava de bermuda e camisa frente unica pois aqui faz muito calor, eu estava bem maquiada e ele quando me viu teceu muitos elogios disse que eu estava linda, em meu pensamento eu dizia "sei muito bem o que você quer,quer me foder de tudo quanto é jeito, que eu chupe seu pau, que me ponha de quatro para você fuder minha buceta"e por outro lado tambem imaginava o que ele deveria estar pensando,mas saimos e fomos ao pagode tomamos varias escarlof e fiquei um pouquinho alta e bem alegre, pois não estava acostumada a beber embora goste de um bom vinho,ele tambem já sem pudor começou a falar no meu ouvido que eu era gostosa e que ele queria me levar para um motel,eu na altura do campeonato apenas olhava para ele e minha cara de puta denunciava o que eu estava querendo e ele dizia que gostava porque eu era uma mulher acima de qualquer suspeita pois era uma dama para a sociedade mas que iria revelar minha verdadeira face,e me chamava de gostosa,que eu devia ser uma delicia,que imaginava o que eu era capaz de fazer com a boca linda que eu tenho,e os elogios não paravam e meus pensamentos já começavam a tomar outros rumos, comecei a imaginar como seria o pau desse homem que estava com tanto tesão de me foder e eu sabia que não ia escapar daquela rola,ele me disse para sairmos dali e eu concordei entrei no seu carro ja sabendo o que rolaria dali pra frente mas o que eu queria mesmo era levar rola,muita rola ele rumou direto para um motel e pediu uma garrafa de vinho,eu como gosto de apreciar vinho tomei e após algumas taças eu ja estava tirando a roupa dele,ele acariciava meus peitos enquanto eu retirava paciêntemente sua roupa, e não cessava de dizer que eu sou gostoza e que sabia que eu iria dar muito prazer a ele,tirei suas calças e vi um pau gostoso marcando a cueca,sem tirar sua cueca comecei a massagear seu pau com a boca,ele se colocou de pé e quase que ordenando colocou-me de joelhos e sacou sua rola com uma cabeçona que brilhava adimirei aquele pau por milésimos de segundos e abocanhei com movimentos suaves e fui fazendo sumir em minha boca cada cm até onde eu aguentei e então tirei e com a lingua de fora rumei lambendo todo aquele pau gostoso at,e seu saco, ali comecei a sugar e pude sentir uma de suas bolas na minha boca e sugava bem delicadamente, ele gemia muito de prazer,alternava chupadas na cabeça, com lambidas no saco e no pau e de vez enquando o olhava bem nos olhos engolindo o maximo do cacete dele em minha boca e assim fiquei por longos minutos, numa posição bem submissa sendo segura pelos cabelos e vez ou outra sendo forçada a engolir mais e mais aquele cacete em minha boca,quando minha boca ja estava dormente e meus labios inchados de tanto chupar aquela rola, ele me pegou colocou-me de pé e enquanto chupava meus peitos tirava minha roupa, eu extremecia de prazer e de imaginar que dentro de instantes aquela rola me invadiria e seria fodida com vontade me arrancando gozo e mais gozo, ele me deitou na cama abri bem as pernas e ele passou a lingua no meu grelinho me fazendo tremer todinha, a imaginação a mil em imaginar aquele membro desconhecido invadindo minha buceta, e aquela lingua passando bem lentamente no meu grelo me deram uma sensação que eu desconhecia,então ele começou a sugar meu grelo e enfiar a lingua na minha buceta, com as mãos apertava o bico dos meus peitos o que estava me deixando louca,ele fez isso um bom tempo e num gesto inesperado se deitou me colocou sobre ele e começamos um delicioso meia nove, enquanto eu engolia o pau dele,massageava suas bolas com uma das mãos,e ele me sugava tão gostoso que o meu tesão foi indiscritivel,em dados momentos até perdia as forças para chupar seu pau e tomava estocadas que faziam aquele cacete ir até minha garganta, ele me tirou de cima dele e me levou para banheira sentando na beirada me colocou sentada no pau dele e de frente abraçando-o com as pernas,ele me penetrou de uma unica vez e começou a meter com movimentos aceçlerados, comecei a gemer e perdi o folego não saia nem som dos meus gemidos e ele socava mais ainda,e mordia meus enormes peitos e os sugava o que me dava mais tesão ainda,ele me fez virar de costas para ele e cavalgar no seu pau eu subia e descia e ele gemia muito alto, e mais alto ainda quando via seu próprio pau sumir dentro da minha buceta e meu cuzinho piscando, sem eu esperar ele começou a bombar minha buceta com muita força eu gritei de tesão para ele não parar, mas após algumas bombadas ele parou pediu para eu ajoelhar e me fez chupar seu pau enchugando cada cm,eu como uma boa puta que sou lambi chupei,passei a lingua no saco dele,mamei muito ele me pegou me levou pra cama abriu minhas pernas e socou seu pau novamente,seu saco batia na minha bunda e o barulho da foda me enlouquecia, ecoava la no fundo do meu tesão,e ele socava forte e dizia eu sabia que você é uma puta e que adora rola e isso me da mais tesão vadia,e para minha surpresa ele disse ta vindo vagabunda quero gozar na sua boca, o meu tesão era tanto que falei vem isntantaneamente ele tirou o pau da minha buceta e apertando bem forte na mão ajoelhou-se sobre mim com o pau na minha cara e deu a primeira jateada abri a boca e enfiei seu pau na minha boca e senti o segundo jato, confesso me deu ansia mas continuei mamando, e aquele liquido quente e grosso inundou minha boca,por instinto deixei escorrer pelos cantos da boca,ele urrava a cada jato de porra,mamei seu pau até que ele tirou da minha boca afastou minhas pernas novamente e mais uma vez chupou minha buceta,com verocidade sugou toda minha buceta e num gesto brusco me colocou sentada no seu pau que ja havia se recuperado e coloquei-me a cavalgar obedientemente,subia e descia cadenciadamente aquele pau e de vez enquando ele me segurava pelos quadris e socava com muita força eu quase enlouqueci de tesão, ele me chupava os peitos e mordia os bicos o que me fazia gozar uma vez atras da outra, ele anunciou que iria gozar me segurou pela cintura enterrou seu pau na minha buceta e urrou enquanto gozava eu apertava meus próprios peitos de tanto tesão fiquei mais alguns segundos sobre ele, e depois sai e fui chupar seu pau que estava meladinho e gostoso, metemos a noite toda praticamente e depois me tornei a puta do Maia, fodi com ele varias vezes mas isso fica pra outro relato,um beijo bem gostoso.

7 comentários:

  1. Chimbrego

    Muito bom conto, vc deveria escrever mais, seu raciocinio é como um aroma de coisa muito gostosa. parabéns

    ResponderExcluir
  2. Théo

    karakas que delicia de conto,fiquei aqui de apu duro....theo_ozga_vitury@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. gaucho careca

    Um verdadeiro teção seu conto,volte contando quando engatar com um roludo!!! gaucho.fmello@gmail.com nota 10

    ResponderExcluir
  4. SR

    gozei com isso sr.m_manson@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. vadiamg

    Amiga que delícia!!! Sou igual vc: adoro fuder muito e com muitas rolas. Se eu fosse vc sairia bem produzida a caça de uma rola diferente por dia Foda com esses cachorros babões é uma delícia. E se for bem caralhudo, melhor ainda. vadiamg@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Procure ser mais discreta

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário,saiba mais de mim pergunte o que quer saber enfim participe.